Motivação profissional: como identificar e resolver

 

É fato que com o avanço da tecnologia muita coisa mudou em relação ao trabalho. Computadores e máquinas automatizadas surgiram para facilitar e agilizar, mas uma coisa ainda não é substituível: pessoas. Mesmo que existam previsões que muitas profissões deixarão de existir, outras surgirão e mesmo essas precisarão de humanos, porque ainda mesmo com o avanço da inteligência artificial, o modo de pensar do ser humano é único. Toda organização precisa de pessoas, mas elas precisam estar motivadas para que haja bons resultados.

 

Continue lendo esse artigo que iremos te mostrar algumas dicas para identificar e resolver os problemas com a falta de motivação profissional.

 

Coloque seu e-mail abaixo e receba as
atualizações do nosso blog em primeira mão.


 


O QUE É MOTIVAÇÃO PROFISSIONAL

 

Você, que é do depto de RH ou que gerencia uma equipe sabe o quanto é desafiador todos os dias lidar com pessoas suas diferentes personalidades, isso porque cada uma tem algo que a motive, algo que inspire a vida e atividade profissional. E dar conta e manter um clima motivacional sempre regular não é tarefa fácil. Antes de listarmos as dicas, vamos entender um pouco o que é motivação profissional, o que leva uma pessoa a ficar desmotivada. Acompanhe.

 

Motivação, do latim movere, significa mover. É o conjunto de fatores psicológicos e fisiológicos que influenciam na direção (orientação para um objetivo) do comportamento. Ou seja, é o impulso interior que leva o indivíduo a uma ação = motivo + ação, é algo que surge e que não é imposto. Estar motivado está associado aos desejos, necessidades e vontades do ser humano.

 

A motivação varia de indivíduo para indivíduo, o que produz padrões de comportamento diversos, podendo ser por estímulo, por necessidade ou por cognição. Uma pessoa motivada não consegue contagiar quem está em seu entorno. Isso porque a motivação não é transferível e talvez por isso seja tão algo difícil gerenciar, principalmente no ambiente de trabalho.

 


ERGONOMIA EM BENEFÍCIO DA MOTIVAÇÃO DOS COLABORADORES

 

Uma estação de trabalho desconfortável, não adequada ao trabalhador, afeta diretamente o ânimo e consequentemente perde-se produtividade. O colaborador está passível de lesões e dores em alguma região do corpo, afetando diretamente sua saúde, qualidade de vida e bem-estar. A tela do monitor na altura incorreta, por exemplo, pode causar fadiga e tensão muscular ou, ainda, doenças ocupacionais, como LER/DORT.

Essa situação, assim como outras que podem ocorrer em regiões do corpo, como lombar, cervical, pernas e braços, tem afastado trabalhadores do posto de trabalho, além de causar grande desmotivação para a prática da sua atividade laboral. Como já definimos algumas vezes aqui no blog, a ergonomia é:

 

A IEA (Associação Internacional de Ergonomia) define como:

“A disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema.” (2010)

 

Ou seja, a ergonomia tem a função de aplicar técnicas de adaptação do homem ao seu trabalho de forma eficiente e segura, que proporcione conforto.

Motivação e ergonomia devem caminhar juntas no ambiente de trabalho. Isso quer dizer que um ambiente adaptado ao trabalhador pode ofertar uma boa rotina laboral, proporcionado diversos benefícios, tanto para o empregado, quanto para o empregador.

 

 

PARA FUNCIONÁRIOS

Melhora a postura e previne doenças ocupacionais: evitar lesões, fadiga e dores a curto e longo prazo são alguns dos benefícios que a ergonomia proporciona, pois corrige a postura ao sentar corretamente na cadeira, ajusta o monitor na altura correta, mantém as pernas alinhadas e braços posicionados. Além disso, previne doenças como a LER/DORT, que são causadas por postura incorreta ou devido a movimentos repetitivos.

?  Reduz o sedentarismo e melhora o condicionamento físico: movimentar-se é importante, a ginástica laboral estimula o movimento evitando que a pessoa fique horas na mesma posição. Os alongamentos atuam sobre a musculatura, tendões e articulações, prevenindo lesões e aumentando a força muscular e flexibilidade do corpo, tornando o funcionário mais resistente e apto para as atividades laborais.

? Reduz a fadiga e o estresse: o uso de produtos ergonômicos associados a pausas e a ginástica laboral ajudam a relaxar e amenizar o cansaço gerado por horas na mesma posição.

 

PARA EMPRESAS 

Reduz as ausências e afastamentos: é possível reduzir o número de ausência e afastamento, proporcionado uma melhor adequação ergonômica. A ergonomia contribui na saúde e bem-estar do colaborador.

? Valoriza o profissional: deixar o funcionário valorizado e reconhecido é fundamental para mantê-lo motivado para exercer suas funções laborais.

? Aumenta a produtividade: um funcionário com uma estação de trabalho adequada ergonomicamente se sente motivado, aumentando a disposição, a eficiência e, em consequência, passa a produzir mais.

 

Conheça a linha completa de produtos ergonômicos em nossa loja virtual, clique aqui.

 

Também leia mais sobre ergonomia:

? O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ERGONOMIA

? ERGONOMIA: PARA UMA VIDA MAIS SAUDÁVEL

CHECKLIST DA ERGONOMIA: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA TER UMA BOA POSTURA

 


AS CAUSAS QUE GERAM A FALTA DE MOTIVAÇÃO

 

Além da ergonomia, quais outros fatores podem causar a desmotivação organizacional? Como identificar se um colaborador ou a equipe está desmotivada? As condições abaixo podem ajudar a indicar o descontentamento do seu time, mas para isso é preciso muita atenção ao comportamento individual durante o dia a dia.

 

? Salário baixo – Segundo a pesquisa realizada pela empresa 4hunter Consultoria, o principal motivo que gera desmotivação entre os profissionais é baixa remuneração; 55% dos entrevistados não estariam satisfeitos.

? Falta de benefícios – Outro fator são os, benefícios que não são atrativos. É certo que auxílios atraentes, prêmios ou pontuações contribuem para um indivíduo interessado e incentivado no exercício da sua função. DICA: realize uma pesquisa de quais benefícios a equipe tem mais interesse – liste, sugira as opções.

? Falta de reconhecimento – Outro fator que causa grande desmotivação é não ser reconhecido pelo desempenho profissional. Por que me dedicar, desempenhar meu trabalho se não serei reconhecido? Aqui a palavra sugerida é empatia, colocar-se no lugar do trabalhador. DICA: se a equipe alcançou a meta, elogie a equipe, elogie cada funcionário. Um elogio, uma palavra positiva traz grandes benefícios e ajuda a motivar.

? Impedimento para crescimento – Não promover o trabalhador também causa desmotivação e que também está relacionado ao reconhecimento. É importante avaliar o desempenho profissional e se não está apto a assumir uma nova função, não o impeça de candidatar-se, mas o incentive a buscar qualificação, aponte os erros que estão impossibilitando de alcançar um novo cargo. Mas nunca o desanime.

? Clima organizacional ruim – Acima citamos que a motivação é individual, mas um clima ruim pode desmotivar a longo prazo toda uma equipe, afetando a produtividade e o desempenho da empresa. E esse clima organizacional ruim pode vir de um chefe mal humorado ou de um colaborador que prejudica todo o time. DICA: procure identificar a causa, o que e quem está gerando o “climão”.

 


RESOLVA OS PROBLEMAS QUE ESTÃO CAUSANDO A DESMOTIVAÇÃO

 

Identificando as causas que têm gerado a desmotivação do colaborador, é preciso resolvê-la. Algumas ações são possíveis de serem aplicadas com as políticas de RH, como:

 

? Pesquisa de satisfação ou entrevistas – Após identificá-las, é preciso refletir e verificar as viabilidades diante do cenário real da empresa. DICA: apresente as soluções após concluí-las, não deixe a equipe sem retorno. Caso não seja possível apresente outras maneiras ou determine prazos para início das ações.

? Programas gerenciais e de crise – Aplicar programas para motivar as pessoas é fundamental, mas é no dia a dia que motivação é construída. Lembre-se das dicas citadas acima, elogie quando necessário, ofereça benefícios atrativos, reconheça quando for a hora.

? Alternativas para investimento – Toda e qualquer proposta pode afetar o orçamento da empresa, mas com planejamento com os departamentos envolvidos, administrativo, financeiro e recursos humanos é possível contornar com atitudes simples e que não afetará o caixa da empresa com grandes investimentos.

 

O que podemos identificar com esse tema, é que cada pessoa reage de forma diferente a cada situação e manter a motivação organizacional é importante para o bom desempenho da equipe e para os bons resultados que a empresa busca alcançar. Mantenha o diálogo, seja um líder ou gerente presente e esteja disposto e aberto a dialogar com seus funcionários.

 

Até a próxima semana.

Abraços

 

Comente!

Nossos Clientes

Vídeos de Produtos

Depoimentos