O uso excessivo do smartphone está causando problemas a sua postura

 

Precisamos falar novamente sobre o uso dos smartphones e quão prejudicial está sendo para a nossa postura (clique aqui para ler o post anterior). Especialistas estão cada vez mais falando sobre este assunto e não poderíamos ignorar já que o nosso propósito é oferecer conforto e qualidade de vida para as pessoas, por meio da ergonomia.

Com certeza não conseguimos imaginar ficar um dia sem o celular. Ele se tornou algo essencial no nosso dia a dia, pois ficamos dependentes para muitas situações. Mas o que muitos de nós não sabemos é que o uso excessivo do gadget está causando danos ao nosso corpo.

Alguns especialistas chamam de “text neck”, na tradução livre “pescoço de texto”. Ou ainda, na versão mais moderna é considerado como Postura da Cabeça para Frente (cifose), que caracteriza a curvatura da cabeça para baixo, onde o centro da gravidade muda e o peso aumenta. Cada vez mais casos estão surgindo relacionados à posição incorreta quando se está usando o celular, como dores de cabeça ligadas à tensão muscular da nuca e do pescoço, pressão sobre os nervos, o que pode causar uma inversão da curvatura natural.

O mesmo que acontece com os usuários de computadores, que passam em média 8h diárias sentados à frente do monitor com uma postura errada, em que a cabeça e os ombros ficam inclinados para baixo, forçando os músculos do pescoço e parte superior das costas. (Veja como sentar corretamente a frente do computador, clique aqui).

 

Coloque seu e-mail abaixo e receba as
atualizações do nosso blog em primeira mão.


 


QUAIS PROBLEMAS SÃO CAUSADOS PELO USO ERRADO DO SMARTPHONE?

 

:: Dor na coluna cervical

:: Dor de cabeça (cefaléia)

:: Dor nas costas

:: Dor no ombro

 

Veja na imagem abaixo a força que é projetada sobre o pescoço quando inclinamos a cabeça para usar o aparelho celular enquanto lemos ou respondemos uma mensagem recebida, de acordo com o estudo publicado na Kenneth Hansraj, na National of Medicine.

Peso-Coluna-Relacao-Inclinacao-Pescoço-Postura-Celular-Smartphone-Ergonomia-Problemas-Saude_Reliza

O que a ilustração quer dizer é que a coluna cervical sofre força de acordo com a posição da cabeça. Enquanto está na posição neutra, com um ângulo de zero grau, temos uma carga de 6 quilos, que seria o peso da nossa cabeça. Mas à medida que a angulação aumenta, a força também aumenta.

E você entende o que significa os 27 quilos quando está no ângulo de 60°? Imagine, por exemplo, você carregar por 8 anos esse peso em seu pescoço por várias horas por dia. Geralmente gastamos em média de 2 a 4 horas diárias com a cabeça curvada, o que significa que 700 a 1.400 horas por ano projetamos pressão sobre as espinhas, de acordo com a pesquisa (Kenneth Hansraj na National of Medicine).

Agora você consegue ter ideia de o quanto estamos prejudicando a nossa postura? Sabemos que ninguém deixará de usar o smartphone, mas podemos amenizar as consequências que podem surgir no futuro.

 


QUAL A POSIÇÃO CORRETA PARA USAR O CELULAR?

 

Ter uma postura adequada é fundamental para evitar o problema. Dessa forma, você precisa:

Se estiver em pé:

:: Olhar para a tela do celular na altura dos olhos, mantendo o pescoço ereto (sem inclinar para frente).

Se estiver sentado:

:: Mantenha os braços alinhados e apoiados na mesa, em um ângulo de 90° em relação ao corpo.

:: Afaste o aparelho o máximo possível para que o pescoço fique pouco flexionado.

 

Ah! E nunca atenda o telefone usando os ombros. Sempre use uma das mãos e ao digitar use sempre as duas mãos para não forçar os tendões dos dedos. Se você passa horas visualizando mensagens, jogando ou curtindo e publicando nas redes sociais, além de aplicar as dicas acima, faça pausas/intervalos de 20 ou 30 minutos.

E para concluir assista ao vídeo abaixo, com algumas dicas extras sobre o uso excessivo do smartphone.

 

E como você está usando o celular neste momento?
loja.www.reliza.com.br

Até a próxima semana.
Abraços 😃

Seja o primeiro a comentar!

Comente!

Nossos Clientes

Vídeos de Produtos

Depoimentos